Aprenda a escolher a cortina ideal para sua casa

Aprenda a escolher a cortina ideal para sua casa

14 jan

Acompanhe algumas dicas que podem valorizar seu espaço com a utilização das cortinas

A cortina é um elemento essencial da decoração de cada ambiente da casa sendo responsável por valorizar a beleza e as particularidades do espaço. Além da função básica de cortar a luz e proteger o espaço garantindo a privacidade e intimidade dos moradores, a cortina também consegue dar uma cara nova aos ambientes, oferecendo cor, requinte, capricho e dando um acabamento especial ao mesmo.

Vale lembrar que cada espaço do apartamento tem as suas próprias necessidades e a cortina, portanto, apresenta-se como uma aliada da decoração de interiores.

Assim, é fundamental levar em conta algumas questões na hora de definir a cortina certa: se tem um valor estético considerável, se enquadra no seu gosto, se combina com o restante da decoração e se apresenta a funcionalidade esperada.

Além de garantir a ventilação dos espaços, as cortinas são itens importantes na decoração de qualquer divisão da casa, ficando o espaço sem vida quando não estão presentes.

A conservação dos móveis e dos revestimentos contra os impactos da luz do sol e demais intempéries também aponta mais uma das funções desse item da decoração. Confira alguns pontos a serem considerados para a escolha ideal que mais combina com seu espaço.

Medidas

Não deixe de tomar as notas das medidas corretas de cada espaço antes de partir para a escolha das cortinas pois cada ambiente necessita de um tamanho específico.

Você precisa saber a largura e altura das paredes e janelas sempre deixando um espaço maior de cada lado pois as cortinas consomem mais tecido do que o tamanho real da parede.

Costuma-se deixar uma folga de 10 centímetros, seja para cortinas que vão até o chão, muito comuns em salas, quartos e varandas, ou de comprimento mais curto recomendadas para quartos infantis e cozinhas.

Cores e móveis

A cortina não é um elemento isolado na decoração e, como tal precisa estar de acordo com as demandas do ambiente e o conceito da ornamentação de cada espaço.

Procure harmonizar com o estilo dos móveis e com as cores predominantes de cada ambiente para que a cortina possa fazer o acabamento ideal evitando que cause uma sobrecarrega no visual.

Vale destacar que elas são um elemento de tamanho grande, chamam muito a atenção e podem representar o foco visual do espaço, agregando valor ou prejudicando a beleza do espaço. As cores precisam ornar com o restante do espaço evitando uma poluição visual.

Na dúvida, opte por cores padrão, de tons mais claros que se adequam a maioria do mobiliário, agradam maior número de pessoas, não enjoam, refletem bem a luz aumentando a sensação de espaço, não chamam muito a atenção e deixam o ambiente mais harmônico e equilibrado.

A cortina estampada ou de tons mais fortes que trazem mais personalidade e vida ao espaço podem ser utilizadas, mas é preciso muito cuidado pois este acessório combina com ambientes despojados e individuais, e mesmo assim, precisam equilibrar com o restante da decoração das casas.

Sistema de instalação

As cortinas podem ser instaladas de duas formas; por meio de varão ou trilho.

O varão é o suporte mais recomendado devido ao baixo custo e facilidade de manuseio pois desta forma o tecido, diante do acabamento em alças passantes ou ilhoses, pode deslizar mais facilmente correndo menos risco de danificar.

O outro sistema de instalação, também chamado de trilho suíço, permite um acabamento mais requintado ficando mais oculto nos tetos revestidos com gesso aceitando também uma maior variedade de pregas no tecido, dando uma sensação de mais capricho a decoração.

Tecido

O tecido também é um elemento importante para a definição da cortina ideal a medida que precisa estar de acordo com os objetivos da decoração e do acabamento.

De acordo com o material escolhido, a cortina pode dar mais personalidade, leveza, harmonia, sensação de paz e aconchegante, mais divertido, elegante, despojado, rústico ou mais pesado. Alguns materiais até são bonitos, mas incapazes de revestir as janelas e as paredes do espaço.

Os tipos de tecidos que melhor combinam com as cortinas são: algodão, linho, seda, voil, renda, fibras naturais, bambu, tergal e shantung. Assim, a definição do tecido deve estar alinhado a proposta da decoração global do espaço dependendo da identidade que você deseja imprimir ao espaço.

Tendências

As tendências de decoração podem te auxiliar na escolha da melhor cortina pois elas refletem as últimas novidades e as melhores soluções e opções disponíveis no mercado. As necessidades mudam, o mercado avança e novas possibilidades que melhoram a qualidade de vida, facilitam a nossa rotina e aumentam nossa comodidade aparecem.

A exemplo disso temos as cortinas simples e fluídas que dão um apelo moderno e atemporal e uma sensação de leveza ao ambiente, as cortinas cinzas que além de neutralizarem as outras cores do espaço dando mais elegância, deixam a decoração moderna, ousada e com aparência minimalista, as cortinas de automação que dão mais praticidade e tecnologia ao espaço, as cortinas com franjas na decoração que dão mais textura ao espaço deixando mais aconchegante e bonito.

Gostou do nosso artigo e quer conhecer mais sobre as novidades do mercado? Então acesse as nossas redes sociais e acompanhe nossas postagens.

 

Newsletter


Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades